fbpx

Ciência estuda espiritualidade nas doenças

O quanto a espiritualidade auxilia na cura de doenças físicas e psíquicas? Essa é uma questão que vem sendo investigada por profissionais de saúde de todo o mundo e com evidências cada dia mais claras. Para além do âmbito acadêmico, o tema vem ganhando espaço na grande imprensa, outro sinal de que espiritualidade e ciência estão cruzando caminhos em prol da saúde e bem-estar integral dos seres humanos.

Uma matéria recente da BBC Brasil mostrou que a investigação de como a espiritualidade – que não necessariamente é a religiosidade, destaca o texto – ajuda nos processo de doenças físicas e psíquicas, é uma realidade em instituições como a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), Instituto de Psiquiatria (IPq) da USP e a Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

“As instituições ressaltam que espiritualidade é diferente de religião: em tese, uma pessoa religiosa é espiritualizada; mas alguém espiritualizado não necessariamente segue uma religião – e pode até não acreditar em Deus. A espiritualidade estaria ligada à busca pessoal de um propósito de vida e de uma transcendência, envolvendo também as relações com a família, a sociedade e o ambiente.”, relata o texto de autoria de Daniele Madureira.

A espiritualidade também é contemplada na adoção da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPICs), visto que em a Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu a dimensão espiritual no seu conceito de saúde multidimensional desde 1988.

Em outro grande veiculo de circulação nacional, a Revista Veja, o médico Dr. Álvaro Avezum, Diretor da Sociedade de Cardiologia do Estado de SP (SOCESP) e do Centro Internacional de Pesquisa do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, assina um artigo em que diz:

“De acordo com o Departamento de Espiritualidade e Medicina Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC/DEMCA), Espiritualidade representa o conjunto de valores morais, mentais e emocionais que norteiam pensamentos, comportamentos e atitudes nas circunstâncias da vida de relacionamento (intrapessoal e interpessoal), motivado ou não pela vontade e passível de observação e de mensuração. Portanto, característica intrínseca da humanidade onde buscamos propósito e significado em nossas vidas, independente de religião, etnia, região geográfica, profissão, escolaridade, renda familiar ou quaisquer convicções, fé, crenças ou filosofias”.

Evidências no tratamento do câncer de mama

E nos Estados Unidos, matéria publicada pelo site Health Leaders Media traz evidências a partir da pesquisa da professora da Escola de Enfermagem da Universidade do Missouri (MU), Jennifer Hulett, PhD, que observou em seus 20 anos de atuação, que “crenças espirituais e práticas religiosas estão associadas à atividade neuroimune, acrescentando credibilidade a um modelo de saúde psiconeuroimunológica de base espiritual”. O estudo de Jennifer foi publicado no Supportive Care in Cancer e financiado em parte pelo Instituto Nacional de Pesquisa em Enfermagem.

O caminho conjunto entre ciência e espiritualidade é um dos temas estudados no Curso de Iniciação à Exoconsciência, que conta com aulas de profissionais de saúde que ja atuam integrando a espiritualidade em seus tratamentos.  

Confira as fontes das matérias citadas neste texto: 

  • https://www.bbc.com/portuguese/geral-56655826
  • https://veja.abril.com.br/blog/letra-de-medico/ciencia-e-espiritualidade-buscando-o-elo-para-entender-a-saude-e-a-doenca/
  • https://www.healthleadersmedia.com/nursing/spirituality-improves-outcomes-breast-cancer-survivors

Artigos relacionados

Respostas