fbpx

O que são Fenômenos Anômalos da Consciência?

O psiquiatra Stanislav Grof, da Psicologia Transpessoal, define que Fenômenos Anômalos da Consciência podem ser: Contato com ETs ou naves; abdução; saída do corpo; mediunidade; xamanismo; visão de seres e espíritos; paralisia do sono; vivências passadas e subida da Kundalini.

Para Gilda Moura, psicóloga clínica e hipnóloga, uma das professoras do Curso de Iniciação à Exoconsciência, do Círculo, todos esses fenômenos são experiência extraordinárias que o ser humano vive e que antigamente também se estudava como parapsicologia.

“Eu entendo que o ser humano tem todas essas potencialidades, então para mim é uma coisa natural. Por isso não considero como parapsicologia e nem mesmo Fenômenos Anômalos, mas é assim que a ciência define hoje”, explica.

Gilda relata que que apesar de todos os estudos que já existem no mundo sobre muitos desses processos, ainda continua uma área bastante marginalizada tanto na ciência como pela psicologia.

A Psicologia Transpessoal é a área que abrange os estudos desses fenômenos, visto que dentro da ciência não haviam parâmetros para defini-los, então, a psicologia buscou na fonte da filosofia perene, que são todas as tradições ancestrais como os vedas, budismo e outras que falam de questões energéticas.

“Eu mesma participei de um estudo em no MIT, na Universidade de Harvard, sobre fenômenos anômalos, em que pesquisamos a possibilidade da realidade ou não da abdução”, conta Gilda.

O fato é que todos esses fenômenos provocam crise na vida pessoas que por eles passam e, por isso, é indicado que terapeutas, em especial, estudem essas possibilidades. Muitas dessas questões são confundidas e medicadas como distúrbios psiquiátricos, quando, na verdade, são uma emergência espiritual, alerta a psicóloga.

Em seus anos de pesquisa, Gilda observou um processo pelo qual passam as pessoas quando um desses fenômenos acontecem de forma espontânea e como vão impactando a vida.

Fenômeno Anômalo>Impacto na Consciência>Trauma>Crise>Consequência>Transformação

E, para entender o que se passava no cérebro deses indivíduos, ela pesquisou contatados, abduzidos, paranormais e médiuns de umbanda. Gilda lembra ainda que existem muitos lugares no mundo que possuem um campo magnético que faz a abertura de consciência. Pode-se citar as pirâmides do Egito, Machu Picchu, pirâmides do México, catedrais góticas europeias, entre outros.

Veja nesse quadro algumas consequências desses processos quando não tratados:

Psicológicas Físicas Psicossomáticas
Patologias Psíquicas
Inchaço do Ego
Ansiedade
Depressão
Identificação Arquetípica
Queimaduras
Problemas nos olhos
Inflamações
Problemas na coluna
Marcas no corpo

Cefaleias
Arritmias cardíacas
Problemas Intestinais
Náuseas
Dores do corpo
Dificuldades respiratórias
Espasmos musculares
Alergias

“Tudo isso pode ter a ver com o não saber lidar com as consequências dos processos de expansão da consciência. Hoje, já existem diversas práticas que ajudam a essa integração do Eu, mas é preciso muito cuidado e uma base ancestral sólida como na Yoga, meditação, psicoterapias, terapias corporais, desobsessão etc…Como dizia Jung, é preciso ter um encontro com o seu Self, que é uma parte sua mesmo, porém mais sábia”, comenta Gilda.

O conteúdo desse texto é parte das aulas sobre Fenômenos Anômalos e Estados Alterados de Consciência, da Prof. Gilda Moura, no Curso de Iniciação à Exoconsciência, que está com as matrículas anuais abertas. Todos os temas são aprofundados ao longo do curso de um ano, com mais de 90 aulas gravadas, 18 professores e aulas ao vivo.


ASSISTA A ÍNTEGRA DESSA AULA EM VÍDEO

Artigos relacionados

Respostas