fbpx

Sejamos embaixadores dessa luz onde quer que pisemos (Reunião 23)

Participantes: Iasmine, Juliano, Priscila
Data: 5 de abril de 2018

COMUNICAÇÕES

Olívia: Meus amados, saibam que este mês de abril marca uma temporada de luzes sobre vossas vidas. Não será de tudo flores, pois o movimento da luz dissipa as trevas espessas. O embate será penoso, por vezes com desdobramentos físicos, mas levem tudo com tranquilidade. Não descuidaremos de vocês, serenidade é a chave da tribulação. Acaso Jesus não dormiu no barco durante a tempestade? Lembrem sempre disso, sobretudo ao longo desse mês. Em Cristo sempre


Joseph: Amigos, agendem a casa, é chegado o tempo de avançar. Preparem o espírito e a mente.

Iasmine: A casa na Serra do Japi, né?

Juliano: É.


Juliano: Agora estou sentindo um fluxo de energia no topo da cabeça.

Juliano: Senhor Jesus, nós entramos ainda mais no fluxo de energias que as ondas do seu coração emitem para todo o Planeta Terra. Esse será um mês luminoso, como nos disse a Olívia, e nós queremos estar em íntima sintonia com o seu coração, íntima sintonia com o teu amor e queremos que todos que entrarem em contato conosco possam ver o seu amor, possam sentir o amor-movimento. 

Todos os espíritos, todos os amigos da espiritualidade que acorrem nossas reuniões, as palestras onde nós estamos, mesmo as rodas de conversas que nós estabelecemos, que sejam participantes da ciranda do amor-movimento, que sejam participantes da ciranda do perdão, da tolerância, da concórdia, da sintonia. Que não haja um lugar onde nós pisemos onde não se estabeleça uma embaixada espiritual para os planos superiores. Através do teu amor, da tua compreensão, do teu perdão. Assim nós queremos nos sintonizar, Senhor. Declarar a todos os amigos que nos ouvem que não há outro caminho que não o amor-movimento. Que sejamos embaixadores dessa luz onde quer que pisemos. 


Juliano: Não estou conseguindo definir, mas penso que seja o Ezequiel mostrando. Não consigo ler direito a palavra porque confunde no meio, mas é “Lerauski… Lerowski”, não sei exatamente. Bom, parece que tem um cara da Rússia que está fazendo uma pesquisa parecida com a pesquisa de “No Meio de Nós”. Ele está sugerindo que a gente faça uma busca para tentar localizar e fazer constar essa pesquisa do outro lado do mundo também no livro.

Iasmine: Otto, você consegue nos ajudar a escrever o nome certo?

Juliano: Há uma coordenação global fazendo esse tipo de coisa.


Juliano: Eu queria saber se vamos poder contar com o General lá na Serra. E, Otto, gostaria que alguém da nossa egrégora respondesse, mas pela prancheta, sobre essas intuições do relato para o Paulo (Uchôa) – se isso procede e também se procede que foi o General fazendo a ligação.

Otto: Você sabe que sim. O relato para o Paulo, assim como a abertura do Círculo para os tutores, é importante. (O General Uchôa) Interferiu no telefone para o devido socorro. Abrir o Círculo ao Paulo e envolvê-lo no movimento é essencial.

Juliano: Tive vontade de escrever ao Paulo todas as interações, todos os movimentos do General Uchôa conosco desde a Casa do Irmão Cravo, quando ele fala que o mestre Yasha Mil quer falar conosco, as informações de BH, enfim. Fazer um resumão e deixá-lo ciente de tudo que está acontecendo.


Iasmine: (referindo-se a reuniões dedicadas a tratamentos espirituais à distância) Otto, gostaria de saber se devemos dedicar uma reunião semanal (separada desta) somente para este propósito.

Otto: Ao seu tempo, a Oficina e a vibração online assumirão esse papel. Casos emergenciais poderão ser tratados aqui, mas nos esforçamos para evitar isso quando o pequeno Lorenzo estiver.  No que tange ao menino, passem a cultivar momentos de oração e espiritualidade com ele. Aproveitem a formação de neurônios espelho e imprimam em sua mente o bom exemplo. A educação mediúnica já pode e deve começar.

Artigos relacionados

Respostas