Tenham plena consciência da grandeza do porvir (Reunião 82)

Participantes: Alicia, Fernanda, Juliano e Priscila
Data:
21 de outubro de 2019

COMUNICAÇÕES

Prancheta inicia a reunião fazendo um símbolo diferente, uma espécie de “M” ou “W”.

Elon (avô de Alicia): Sua mãe escreveu uma carta para o seu tio. Precisa pedir para ela terminar o que começou a escrever.


Marcelo: Boa noite! Vocês já me conhecem.

A equipe comenta que a intensidade de energia quando ele está presente é muito forte.

Marcelo: Por que intensa é a vida e precisamos sempre deixar a chama acesa. Nunca podemos nos acomodar no cansaço ou na eterna mania de achar que já fizemos muito. Por isso, sempre preciso mostrar a vocês que a intensidade faz toda a diferença nos projetos da internet.


Alessandro: Boa Noite! Estou precisando falar com vocês sobre algo muito importante, seremos sempre uma comunidade, e para que esta comunidade tenha bases firmes e sólidas, precisamos desenvolver programas de relacionamentos humanos. Pois também as bases que conhecemos de relacionamentos precisam ser refinadas e aprofundadas. Este será um programa intenso para o Círculo, pois todos que já participam da plataforma precisam se desenvolver nesse quesito.

Alicia: Seria sobre ferramentas de relacionamentos ou sobre as nossas relações?

Juliano: Sobre a ressignificação?

Alessandro: Sim, isso mesmo, principalmente pelo motivo de as pessoas entrarem pelo site. Num geral, esse tipo de perfil apresenta uma necessidade de novos paradigmas de relacionamentos, pois são pessoas que já tiveram experiência em outras comunidades.

Juliano: Além da facilidade do zoom, o que eles indicariam sobre esse programa de relacionamentos humanos?

Alessandro: Precisa fazer oficinas com temas um pouco mais profundos. As dinâmicas acabam sendo a nutella da coisa.

Juliano: A oficina tem a ver com questões geográficas e não abrangeria todos os membros.

Alessandro: Oficinas via zoom. Para ter no seu mapa mental, pense no projeto das fadas, e agora imagine ele via zoom. Dá pra encaixar?

Juliano: Eu acho brega, mas se tiver alguma pessoa para indicar.

Alessandro: Hoje já existem relações sistêmicas via internet.

Juliano: Quero recursos financeiros para poder ter mais gente pois não estamos dando conta.

Alessandro: Nem sempre o recurso financeiro aparece antes de uma necessidade.

Equipe questiona quem está falando.

Alessandro: Eu sou da equipe nova, me chamo Alessandro.

Priscila: Sobre as oficinas de relacionamento entre o Círculo da Palavra e Família, seria através dos projetos da Adriana?

Alessandro: Através da Família e da Ação. Ação também precisa desenvolver projetos na nuvem.


Prancheta sinaliza momento de Psicofonia.

Montag (telepatia Juliano): É importante fazer uma lista de perguntas do que é importante para o Círculo e para a família Foy, e os pontos da experiências para a práticas do médium, curiosidades sobre as práticas dos médiuns para os fenômenos físicos. E um estudo mais aprofundado e fresco do basic guide. Se possível ler no avião para chegar lá fresco.


Egrégora (psicofonia Juliano): Ainda há um bom caminho a se percorrer nesse ano de 2019. É importante não esmorecer para que tudo ao fim se renove. Tenham plena consciência da grandeza do porvir, pois esta é a verdadeira ciência do amanhã que há de vir. Assim como a borboleta se transforma no casulo da lagarta, assim também o movimento se abre e se plenifica a partir de esforço continuado da perseverança, da persistência, da tranquilidade, que caminha todo dia na certeza do passo firme dado na estrada.

Tenham calma frente à maresia, tenham tranquilidade de servir como aquele que cala frente aos ventos e tempestades, conquistem a paz de espírito que nasce da contemplação dos ritmos dos momentos e dos movimentos, de que tudo está no seu devido lugar, tudo flui, tudo se acende, tudo se lança, na evolutiva jornada que nos faz retornar a tudo que é.

Paz é o que nós desejamos.


Alicia: Vejo uma imagem de uma cadeira, é como se a cadeira estivesse bamba, porque tem uma perna que não está firme. E depois vejo a cadeira em duas pernas. Mas nem sempre as duas pernas.


Egrégora (psicofonia Alicia): Às vezes, como crianças, vocês olham a borboleta e se esquecem do caminho. O tempo de cada um não é o mesmo. Cinco minutos de um em uma tarefa pode ser duas horas para o outro. Mas enquanto houver o comprometimento ou uma claridade interior, enquanto os quatro estiverem remando, por esse mesmo caminho.


Não se identificou (psicofonia Alicia): Tenho medo de passar por todo o processo de encarnar de novo. Não é você, nem o papai. Promete que estará sempre comigo, preciso muito de você. Vou precisar muito de você. É muito difícil reunir a coragem, não sei se vou dar conta. Eu preciso de você.

Artigos relacionados

Respostas