fbpx

A filosofia das leis do Hermetismo

Historiadores não sabem ao certo em que época viveu Hermes Trismegisto, marca-se entre 2700 a 1500 AC, uma margem muito grande.  Alguns estudiosos alegam que ele nem existiu.  Já tradições judaicas dizem que ele foi um dos mestres de Abraão.

O nome Trismegisto significa “o três vezes iniciado”. E o processo das escolas iniciáticas egípcias levava uma vida toda, pois não bastava ter o conhecimento, era preciso SER o conhecimento. Ele também era reconhecido como: “O mestre dos mestres”; “O três vezes grande”; “O descobridor da Alquimia”; “Fundador da Astrologia” e “Pai da Ciência Oculta”. Enfim, o cara não era pouca coisa.

Para estudar o Hermetismo precisamos de muita consciência da nossa infinita jornada diante do tamanho dessa missão. Talvez não seja possível esgotar esse assunto em muitas vidas. A civilização egípcia tinha um jeito de compreender o mundo e a realidade muito diferente da nossa. Nós vivemos de Know How (do inglês, saber como) e eles se perguntavam por quê.

Hermetismo é conhecer as leis por trás dos mistérios

Para além dos mistérios da humanidade, o conhecimento das leis que provocam a manifestação desses mistérios fornece o poder, porque você deixa de viver ao acaso. Atualmente, muitas coisas nos deixam com dúvida, mas o conhecimento da filosofia nos dá autonomia e independência espiritual.

Vemos tantos fenômenos acontecendo, que percebemos uma grande ansiedade por compreender tudo, quando, na verdade, poderíamos conhecer os princípios universais por trás da manifestação dos mistérios. Pois, pouco vemos, hoje em dia, em termos de autonomia espiritual, uma espiritualidade emancipada, madura, que não dispensa o uso da razão e do senso crítico.

Se não colocamos em prática o exercício da filosofia, estamos à mercê de estelionatários da fé. Mas quando a conhecemos, temos a tranquilidade de investigá-la com o senso crítico ligado.

Acessar X Ser o conhecimento

A maioria das pessoas tem alguma sensação de encantamento e curiosidade quando olha para a tradição egípcia. A beleza e o mistério das pirâmides, as ruinas, podemos imaginar a grandeza que foi esse centro de cultura e saber filosófico, espiritual e econômico. Muitas tradições iam até o Egito e queriam estudar nas escolas iniciáticas, que possuíam funções existenciais na construção e desenvolvimento dos cidadãos.

No Egito, as escolas de sabedoria ocupavam um papel fundamental e nem todos acessavam esses conhecimentos.  Os sábios escolhiam com muita cautela quem seriam os iniciados. Porque eles não apenas acessavam o conhecimento, mas eles se tornavam o conhecimento, já que a tradição era oral.

Como costumo dizer, uma coisa é ler tudo sobre ser pai, outra coisa é ser pai; uma coisa é saber o poder do fogo, outra coisa é por o seu dedo no fogo.

E, por isso, toda a estrutura social egípcia era coligada pelo saber que emanava dos mestres. Muitos povos da humanidade foram até o Egito. Os próprios Gregos beberam da sabedoria egípcia.

Os sete princípios herméticos são capazes, segundo Trismegisto, de explicar todo o universo manifesto, pois seriam os fundamentos do funcionamento do universo. E, a partir deles, é que o Todo ou Deus se manifesta na sua criação. São eles:

  1. Mentalismo – o todo é mente, o universo é mental;
  2. Correspondência – correlação entre os planos;
  3. Vibração – nada está parado;
  4. Polaridade – tudo é dual;
  5. Ritmos – tudo é fluxo, ciclos do universo;
  6. Causa e efeito – não existe acaso;
  7. Gênero – feminino e masculino.

O Hermetismo é uma das bases filosóficas do curso de Iniciação a Exoconsciência, do Círculo, onde temos um módulo com 15 aulas, em que utilizamos o livro O Caibalion, do início do século, que pode ser encontrados em diversas livrarias. Caibalion significa “a máxima manifesta por um ente que é de cima”, a mesma origem da palavra Cabala, ou seja, como se fosse um conteúdo dado pelos Deuses aos homens.

O ser humano mistifica o que não está ao seu alcance de entendimento. A filosofia emancipa a pauta da espiritualidade.

Abraço grande,

Sempre avanti! Che questo è lá cosa piú importante!

Juliano Pozati


ASSISTA TAMBÉM ESSE CONTEÚDO NA INTEGRA EM VÍDEO


O Círculo está com as matrículas anuais abertas para o Curso de Inicianção à Exocosnciência, que tem no hermetismo uma de suas bases filosoficas, além de espiritualidade para livres pensadores. Saiba mais aqui.

Artigos relacionados

Respostas