fbpx

Como praticar Sintonia sem dogmas?

Para começar vamos entender o que é dogma? É bom ou é ruim? Porque tudo depende do ponto de vista e de como estou aplicando na minha vida. À primeira vista, muita gente faz cara feia para a palavra dogma. E isso tem muito a ver com nossa história com as religiões, em especial na Idade Média, e que até hoje, impõem dogmas como sendo uma verdade absoluta, o único caminho da salvação para os seres humanos. 

No dicionário, a palavra dogma é definida de duas formas:

  1. Do ponto de vista da TEOLOGIA: ponto fundamental de uma doutrina religiosa, apresentado como certo e indiscutível;
  2. Qualquer doutrina (filosófica, política etc.) de caráter indiscutível.

Partindo da definição, vemos que dogma não está unicamente ligado à religião. É possível ser dogmático com a orientação política, e existe até mesmo o dogma científico.

Pois bem, se historicamente a religião ditou as regras do certo e errado a partir de seus dogmas, na Filosofia, é o estudo da Ética que busca algumas respostas para esse dilema humano.  

Para o filósofo grego Platão (347 a.C), era preciso ensinar a virtude ao invés de copiar sistematicamente o que todos os outros faziam. Assim, a avaliação do certo e errado deve ser feita com base na justiça, no conhecimento dos direitos alheios e nos pactos sociais. Já Immanuel Kant, filósofo alemão do século XIX, dizia que devemos sempre agir de modo a podermos desejar que a regra a partir da qual agimos se transforme numa lei geral.

Aqui no Círculo somos livres pensadores espiritualizados 

Isso significa o respeito a todas as formas de conhecimento. E entendemos que um dos caminhos mais seguros para a ampliação da consciência é o Conhecimento, que gera Movimento e que gera Transformação. Por isso, além de estudar os mistérios e conhecimentos trazidos por diferentes tradições, temos como base interpretativa da vida e do universo a filosofia, ciência, História, ufologia espiritualista, entre outros saberes produzidos ou não no planeta Terra, por seres encarnados e desencarnados.

Voltamos agora um pouco para a definição de Sintonia aqui no Círculo:

“Momentos de sintonia são aqueles em que entramos num estado de predisposição mental e fazemos uma imersão mental no que há para além da dimensão física. São momentos em que desfrutamos o presente que o presente é.”

E daí você se pergunta, mas o que dogma tem a ver com tudo isso? Nada ou tudo! 😊 

A dica é: não precisa se prender a uma única maneira de praticar sintonia. Relaxa, e vamos buscar cada um a sua forma de sintonizar com o bem, com a luz, com o presente que o presente é. Se a sua sintonia acontece melhor com música e incenso, ótimo! Se basta fechar os olhos e respirar fundo, lindo! Se gosta de fazer sozinho ou prefere e energia formada por um grupo, maravilhoso! O importante é que sua busca seja a sintonia, essa porta de entrada para a conexão, comunicação e cocriação com seres e humanidades multidimensionais. 

Experimenta essa Sintonia conduzida pelo Juliano Pozati e faça do seu jeito:

Siga acompanhando essa nossa pequena série de textos sobre meditação e sintonia.

Leia também:

Nos próximos artigos vamos abordar:

  • O que é Vivência no Xamanismo?
  • Ferramentas para a prática da Sintonia

Conheça a Formação de Facilitadores de Meditação e Sintonia, que ensina a conduzir momentos de meditação, sintonia e autocura utilizando Técnicas de Facilitação Exoconsciente em processos terapêuticos com clientes, pacientes e grupos de estudo.

Artigos relacionados

Respostas