fbpx

Como surgiu o Hermetismo no Círculo

pirâmides Egito

Esse conjunto de saberes é um dos eixos estruturantes de compreensão da vida.

Quem é aluno do Círculo e já fez o Curso de Inciação à Exoconsciência, acessou o conhecimento sobre Hermetismo, estudo e prática filosófica de Hermes Trismegisto, legislador egípcio e filósofo, que viveu na região de Ninus entre 1.500 a.C a 2.500 a.C (não se sabe ao certo). A História registra que a maior parte de suas obras foi perdida na invasão do Egito. No Círculo, estudamos a partir do livro O Caibalion, que contém a essência dos ensinamentos de Hermes Trismegisto, tal como ensinado nas escolas herméticas do Antigo Egito e da Grécia, o Hermetismo e as sete Leis Herméticas.

Mas como esse saber chegou ao Círculo e se tornou a estrutura do nosso projeto pedagógico?

Em 2016, eu estava lançando o documentário No Meio de Nós. E comecei a ouvir a voz de um tal General na minha cabeça (Alfredo Moacyr de Mendonça Uchôa). A primeira vez, eu estava tomando banho. A voz forte vinha em várias ocasiões e fui confiando nela. Percebi que havia um caminho pela frente, e que era a fundação do Circulo. Eu era apaixonado por fazer documentários, mas percebi que tinha que ir além. E comecei a pensar no projeto do Círculo. Planejei o lançamento para 1ᵒ de agosto de 2017.

Só que, na época, eu ainda tinha meus clientes de assessoria de comunicação e marketing e uma delas marcou uma viagem internacional para a mesma data e pediu que eu fosse junto. Essa viagem era para feiras de negócio no Egito. Então, eu disse para minha cliente: tudo bem, você terá tudo de mim nesses 15 dias, mas eu quero um dia de folga para conhecer a grande pirâmide. De alguma forma me deu um estalo, pois eu estava estudando a ligação de Jesus com os 40 dias no deserto e algumas tradições dizem que ele foi iniciado na grande pirâmide para terminar de ancorar a consciência crística.

Depois de muitos dias de trabalho intenso, reuniões, negociações, enfim chegou o dia de ir para a pirâmide. É muito interessante, pois toda vez que você vai passar por uma grande iniciação, você vai ter momentos muito difíceis e turbulentos antes. Parece que tudo acontece para te tirar daquela rota. Lembram como foi a passagem de Jesus no deserto? Três tentações.

Toda iniciação é precedida por uma grande tribulação.

Eu estava bem cansado: muitas horas de trabalho, problemas intestinais com a alimentação, reuniões intermináveis em inglês. E o lançamento do Círculo estava remarcado para 1ᵒ de setembro. Nesse dia de visitar a pirâmide, tudo que podia acontecer para que eu não pisasse lá, aconteceu. Dificuldade de comprar o ticket e até uma menina egípcia de cerca de 20 anos começou a dar em cima de mim. Eu dizia que era casado e ela respondia que tudo bem, que não tinha problema.

Enfim, vencidos os obstáculos e as tentações, consegui entrar sozinho na pirâmide.

Logo entrei em estado alterado de consciência, porque a concentração de energia de uma forma piramidal é gigante. Ali caíram todos os paradigmas que aprendi na escola de como elas foram construídas, porque todas as teorias são absurdas.

Chorava compulsivamente. Fui observando os detalhes de encaixe das pedras, a precisão dos cortes. E tive uma certeza interior de estar pisando em um lugar onde Jesus havia pisado. Fui subindo até chegar à câmara do Rei. Sentei, encostei-me à parede, e comecei a cantar o mantra OM. Percebi que a câmara foi desenhada para reverberar o mantra OM. Eu ouvia minha própria voz com o som ampliado. E o som não morria.

Fiquei lá uns 50 minutos. Vi muitos seres da nossa egrégora espiritual, como o General Uchôa e a Shellyanna (extraterrestre canalizada pela Mônica de Medeiros). Eu chorava absurdamente. Até que um guarda veio me dizer que não podia ficar tanto tempo lá dentro. Aquele lugar é um grito sobre a transcendência da vida humana na Terra. É um catalizador de energia cósmica absurda.

Na volta, meu corpo todo latejava com a energia.

Nossa guia de turismo, que estava me esperando, tinha deslocado a hérnia dela e estava com muita dor nas costas. Quando a abracei, fui direto com a mão nas costas e descarreguei aquela energia no local, sem falar para ela. A dor passou.

No avião de volta assisti três vezes o filme A Chegada (2016) e chorava muito. Ouvi a música Imagine (John Lennon) e chorava mais ainda. São duas obras incríveis com mensagens exoconscientes.

Voltei ao Brasil e começamos o Círculo.

No final de 2017, um dos meus melhores amigos estava lendo O Caibalion e disse que eu deveria ler porque tinha tudo a ver com o Círculo. Desde então, foi um ano de preparação para a produção do nosso módulo de princípios herméticos. E foi muito curioso perceber como esses episódios históricos estão conectados.

Se hoje a gente tem uma compressão de exoconsciência tão madura é porque temos essa base hermética que veio da sintonia.

Já se passaram três anos desde a iniciação na pirâmide. E penso que é muito pequeno achar que elas foram construídas apenas por extraterrestres. Aquilo foi feito por uma civilização que antecedeu a raça humana, que já era exoconsciente em plenitude, que trabalhava com todas as dimensões.  A construção das pirâmides remonta uma humanidade absurdamente evoluída em termos de exoconsciência.

Quando nossa história tem vontade e propósito, uma coisa vai se conectando com a outra.

As experiências reorientam a rota da vida e o propósito fica incandescente. Se você está procurando seu propósito e não acha, é porque está faltando sintonia na sua vida. Mas é preciso viver isso para além de um momento para acalmar a mente. Não estou falando de uma iniciação tipo chá de camomila. Estou falando de experiência de imersão iniciática que vai mudar a rota da sua vida. Foi o que aconteceu comigo.

Tem uma frase de Santo Agostinho sobre isso que queima dentro de mim:

“Mas Tu me chamaste, clamaste por mim e Teu grito rompeu a minha surdez”.

Entrar em contato com a sua essência vai rasgar um rio que quer fluir dentro de você, que vai mudar todos os anos do resto da sua vida.

Abraço grande,

Sempre avanti! Che questo è lá cosa piú importante!

Juliano Pozati


Hermetismo é o tema de um dos módulos do Curso de Iniciação à Exoconsciência, que está com matrículas abertas até 14 de agosto. Saiba mais em: https://circuloescola.com/courses/iniciacao-a-exoconsciencia

Artigos relacionados

Respostas

  1. Que relato lindo!
    Ouvi a música Imagine refletindo sobre ter uma mensagem exoconsciente e fiquei emocionada.
    Além disso, me identifiquei com o trecho sobre estar procurando mas não encontrar meu propósito. Está faltando sintonia em minha vida.

  2. Que bonita jornada Luciano! Fico contente em participar agora da família do Circulo e estudar estudar… a espiritualidade sempre me cercou desde muito muito pequena, mas eu nunca soube o que fazer… minha família sempre foi mais cética, pratica, trabalho, grandes sonhos de consumo etc… e eu sempre me senti vazia com tudo isso… com meu segundo marido que iniciamos juntos um contato mais próximo com a espiritualidade através da Doutrina Espirita… e de dois anos para cá, numa Constelação Familiar onde fiquei de voluntaria, percebi o quanto médium eu sou e que eu precisava me compreender melhor, muito autoconhecimento e conhecimento para entender minhas travas, frustrações… e embarquei num mundo onde estar sujeito a outras dimensões simplesmente faz parte da existência, como tomar um cafezinho! E me sinto mais segura com minha quedas emocionais, minhas duvidas…a ansiedade baixou… Eu vejo muito o aplicativo Gaia e adoro os Docs sobre civilizações antigas extraterrestres e como as informações se cruzam… As grandes Pirâmides com certeza são um MUST para se visitar em vida!
    Obrigada pelo seu relato! Obrigada pelo Círculo!!