fbpx

Criatividade não vem do zero

criatividade

Criatividade é um processo mental de ideação que visa criar soluções para situações da vida.

Seguindo nossa série sobre Soft Skills para o mercado de trabalho, hoje vamos falar de criatividade, a habilidade de criar ideias que sejam diferenciadas e inovadoras para resolver problemas complexos.  Lembrando que Soft Skills não são as habilidade técnicas, mas nossas habilidades naturais de convívio, relacionamento, atitudes baseadas em valores que a gente incorpora.

Criatividade é um aspecto natural em algumas pessoas, enquanto que outras simplesmente travam. Ao meu ver, precisamos entender que o processo de criação é diferente para cada pessoa. Somos únicos nos talentos e potenciais e temos jeitos diferentes de sermos criativos. Mas todos os dias criamos soluções. Por menores que sejam.

Criatividade é um processo mental de ideação que visa criar soluções para situações da vida. Dizem que nada se cria, tudo se copia. Isso não é 100% verdade, mas também não é 100% mentira. Será que a alguém cria alguma coisa do zero?

Eu não acredito. Todos nós partimos de algum lugar, temos processos de associações.

O processo de criação é um processo de ideação mental, e como tal, precisa ter elementos na mente para criar referências, um arcabouço de conhecimento para criar.

Em uma reunião de brainstorming, por exemplo, cada um busca referências e coloca propostas para tentar configurar uma solução. A criatividade pode vir de várias formas:

  • Integração – que é o processo de brainstorming, várias pessoas com ideias somadas constroem uma nova solução;
  • Observação – quando a pessoa observa um desenho para fazer algo semelhante. Quem trabalha com design de produto, por exemplo, observa muito para criar.
  • Referências – O que a neurolinguística chama de modelagem, que é o aprendizado por imitação. Os chineses têm essa cultura, é parte do processo de pedagógico da cultura chinesa para aprender a fazer. Quando nos espelhamos, estamos modelando. Fazemos isso naturalmente na vida. Aprendemos copiando nossos pais.

Todas são formas de alimentar o processo de ideação.

E quando falamos de criatividade que passa pela natureza, a sustentabilidade é muito importante. Quanto mais observarmos a natureza em tom de reverência e contemplação, mais lições aprendemos para o desenvolvimento da sociedade.

Integração, observação e referência são formas de alimentar o processo de ideação que está acontecendo na mente.

Outra forma excelente é estudando. E não é só estudar case de sucesso, como se tem o hábito no mercado de trabalho. O que mais alimenta nosso processo é o domínio de conceitos. Porque a partir desse conhecimento eu transporto isso para a vida em forma de solução.

Existe outro recurso de processo criativo que é o processo de abstração, que carrega uma lição muito importante. Às vezes, por estarmos muito focados em resolver o problema, deixamos de enxergar o óbvio. E isso é justamente tirar o foco consciente do problema e arejar um pouco o plano mental. Isso pode ser feito com meditação, uma boa noite de sono, passeio, caminhada, momento de descontração.

Fazer isso pode ser difícil para quem tem perfil executor, porque a pessoa acha que não pode parar de pensar no problema.

Eu vejo que a exoconsciência colabora com essas quatro formas.

Quando nos entendemos como seres que tem habilidade natural de entrar em sintonia, comunicação e conexão com realidades e saberes multidimensionais, todo esse processo, por ser mental, é exoconsciente. Nossa mente nunca está trabalhando sozinha.

Não nasce do nada, nasce da mente atenta aos processos mentais de ideação para a construção de soluções.  Criatividade não é do zero, vem do processo de associação.

Cocriação exoconsciente é entender essa associação de ideias e esse processo de construção de soluções.

Falando de exoconsciência na prática, percebo a constante interação com outras realidades disponível para todos nós, porque nossa mente não é um computador off-line. Ela sempre esteve em conexão.

O estado de diversão é quando entramos no flow. Cada perfil vai ter um jeito diferente. Não tem só um jeito de ser criativo.  São várias formas a partir de quem você é. Você não tem que criar como eu crio.

Abraço grande,

Sempre avanti! Che questo è lá cosa piú importante!

Juliano Pozati


Assista a hashtag #Realizar em vídeo

Artigos relacionados

Respostas