fbpx

Outros se conectarão a esta causa (Reunião 38)

Participantes: Fernanda, Iasmine, Juliano e Priscila
Data:
11 de setembro de 2018

COMUNICAÇÕES

Juliano: Para registrar: no início dessa reunião, pela segunda vez, desde a semana passada (dia 3 de setembro), e também antes da reunião com o Sérgio na sexta-feira estou sentindo muita dor de cabeça, que só precede a reunião. Ao mesmo tempo, uma sensação de fisgada – como se um aspirador de pó estivesse atrás da minha orelha esquerda – e uma forte pressão na testa. Eu percebo que parece que são seres novos ou projeção de presenças mais fortes no nosso meio. Fica para registro.


Otto: Boa Noite

Iasmine: Muito obrigada pela paciência da semana passada.

Otto: Meninas super poderosas, como diz o Pozati.

Juliano: Isso aí! Espero, daqui algum tempo, que a gente tenha pelo menos uns 100 grupos de prancheta operando na fase dois do círculo.

Iasmine: Me veio uma resposta na cabeça: não vai ser necessária a prancheta, Pozati.


Leonardo Meirelles Cunha: Juliano, Iasmine, Fefa e Priscila: estamos todos muito animados com os trabalhos dos próximos meses. Ponham atenção na qualidade das relações entre vocês, pois um alicerce forte sustenta o edifício. Todos os outros se conectarão a esta causa ao perceberem em vocês os laços de amor que transcendem sinceramente toda a limitação humana, de recurso ou qualquer que seja. Lembrem-se das palavras de Paulo: “O amor tudo crê, tudo suporta, tudo espera”. Acreditem no potencial de cada novo companheiro ajuntado a este movimento e sejam para cada um deles um sol de inspiração capaz de incentivar no íntimo de cada ser a plena realização ascensional a que seu espírito foi chamado a existir – eis o grande caminho que vos espera, meus amigos! Sejam fortes e fraternos.

Juliano: É a primeira vez dele na reunião, e o Francisco estava mediando. Francisco, o que você pode dizer sobre o Leonardo Meirelles? Tem uma leva nova aí? Se puder dar alguma informação pra gente…

Francisco: Não se trata de nova leva, mas de pessoas que há tempos colaboram conosco. São membros anônimos do Círculo.


Iasmine: Francisco, se puder dizer… Pesquisamos o nome de “François” e apareceu aquele primeiro ministro da França..

Juliano: Francisco como você está chique! ele disse: “ ecce homo”.


Juliano: Sábado vou falar com a Bel se ela quer vir pra cá. Você falou em uma preparação diferente para recebê-la, o que sugere para criar o ambiente necessário?

Francisco: A Shellyana já adiantou as coisas do seu lado. À Pri e à Fernanda, peço que fiquem três dias sem carne vermelha e manerem a fumaça. À Iasmine, peço que vigie sentimentos familiares para melhor vibração do pensamento. E, por fim, que todos orem por ela desde hoje até a data marcada em especial.


Irmã Catarina: Meus filhos, todos os dias busquem intimidade com o alto.

Juliano: Irmã, peço que nos ajude a colocar em prática aquilo que vocês ensinaram nas aulas que gravamos ontem. Principalmente nós quatro, para que possamos nos tornar seres de maior responsabilidade espiritual.

Irmã Catarina: Sim. Estas aulas são a forma de levar os dias com a família.


Juliano: Engraçado, quando o Francisco escreveu estava bem fácil, depois o Leonardo foi mais difícil e agora a irmã foi bem difícil. Como será essa história?

Francisco: Sim, muitos fatores interferem, os laços entre você e a Priscila também cooperam. Você precisa por foco no que o General tem te ensinado com o Heitor sobre ela, e ela precisa, a partir disso, entender com quem está casada e porquê.

Juliano: Francisco, está meio chata essa dor de cabeça e eu queria saber porque estou tendo dor de cabeça.

Francisco: Beba água.


Juliano: Estou sentindo o cheiro de pipoca.

Vó Cila: Danado. Nave, netas.

Iasmine: Já me inclui como neta, hein, vó.

Vó Cila: Está na conta. Tudo certo, tudo na paz de Jesus, tudo florido. Fefa, tenho algo que quero te contar: quando falávamos da sua vinda para São Paulo,  sabíamos que o isolamento de certas circunstâncias te ajudariam a melhor viver no seu casamento, mas isso precisa te dar forças e inspiração para contribuir com a evolução dos familiares do seu esposo com o amor, com paciência e, sobretudo, misericórdia. Respira fundo e vai.


Boa Noite, Otto e Francisco.

Artigos relacionados

Respostas