fbpx

Perguntas e respostas do Acervo do General Uchôa

Este ano o Círculo começou a disponibilizar de forma mais estruturada no site o Acervo do General Uchôa, um trabalho que visa perpetuar o legado e manter a memória do General Alfredo Moacyr de Mendonça Uchôa, grande ufólogo e pesquisador brasileiro, uma missão que foi confiada pela família Uchôa ao Círculo. O trabalho, que já havia começado com as transcrições de fitas cassete de palestras do General – StarTape Project – ganhou corpo e forma de Acervo Histórico Digital, com acesso gratuito no site. 

Juliana Rissardi é a Historiadora responsável pelo Acervo, um trabalho minucioso que começa na higienização dos documentos e segue com o processo de catalogação e arquivamento. Aqui no site também estamos semanalmente revelando descobertas, pois, como Juliana explica, os documentos são fontes primárias de informação e um objeto de pesquisa por si, com informações fragmentadas. 

“Um documento de acervo possui mais perguntas do que respostas, neste sentido, para que possamos compreendê-lo, devemos relacioná-lo com outros documentos e pesquisas bibliográficas, o que exige uma busca e estudo mais aprofundado”, esclarece Juliana. 

Além das perguntas, reunimos aqui outros aspectos que são importantes e curiosos na rotina de um acervo: 

  • Documentos falam!

Um documento histórico pode ser analisado desde seu contexto material, forma de produção até o seu conteúdo, em que é possível desvendar um mundo de mistérios. E não há nada de místico ou sobrenatural nisso, mas apenas que as análises em um acervo podem levar a inúmeras pesquisas de acordo com as perguntas feitas. Um único documento pode trazer respostas diferentes.

“O documento fala com a gente!“, afirma Juliana. 


  • Redes de apoio e bibliografias

Nem sempre se tem o privilégio de ter bibliografia sobre o tema do acervo ou pessoa pesquisada e até mesmo pessoas próximas vivas que possam contribuir. No caso do Acervo do General Uchôa, no entanto, contamos com seus vários livros escritos, o que contribui para identificar data e contexto dos documentos, e também com o General Paulo, filho do General Uchôa, para catalogar e identificar documentos de forma mais precisa.

“Quando essa rede de apoio não existe e a pessoa não está entre os encarnados, o trabalho se estende um pouco mais e depende de correlações e estudos por muito tempo para a identificação, caso o documento não seja claro por si”, destaca Juliana. 


  • Personagens coadjuvantes

Outra questão é que nem sempre o foco das descobertas fica no personagem principal do acervo, mas surgem ligações e conexões. Um exemplo disso são nomes de grandes pesquisadores da ufologia e influentes na vida do General que foram descobertos e divulgados nas últimas semanas.

No Acervo do General já encontramos nomes como o capitão Edward J. Ruppelt (1923-1960), autor do relatório sobre objetos voadores não identificados e militar chefe do Projeto Livro Azul (Blue Book); o major Donald E. Keyhoe (1897-1988), autor de “A verdade sobre os discos voadores”; Allen Hynek (1910-1986), astrônomo, professor e ufólogo norte-americano; Professor Flávio Augusto Pereira (1926-2014), pioneiro pesquisador brasileiro que influenciou gerações de ufólogos, entre outros.  


  • Conexão do pesquisador com o pesquisado

Não é imprescindível, mas para que o trabalho fique mais completo é importante que o profissional pesquisador do Acervo esteja inteirado das obras e do assunto do qual o acervo trata. Juliana, por exemplo, conta que junto ao trabalho está lendo toda bibliografia do General, pois sente profunda conexão com os assuntos que também são de seu interesse pessoal.

“Se você conhece e reconhece os termos utilizados no contexto e até mesmo conhece a vida de quem o produziu, o trabalho flui de forma mais eficaz e menos mecânica”, relata.

É com o intuito de ampliar o conhecimento, disponibilizar informações para a expansão da consciência para o presente e o futuro da humanidade sobre ufologia, parapsicologia e espiritualidade em suas várias possibilidades que o Círculo está realizando este trabalho. 

Acesse aqui a íntegra do Projeto Acervo do General Uchôa, um compromisso assumido pelo Círculo com a família Uchôa, que confiou aos cuidados da escola documentos pessoais do General. O acervo conta com entrevistas para imprensa, recortes de jornal, psicografias, áudios, desenhos etc…num trabalho vivo que está sendo desenvolvido e disponibilizado pelo Círculo.

Seguimos a cada semana revelando um pouco do que vamos descobrindo no Acervo. Leia também:

Artigos relacionados

Respostas