fbpx

Quando um novo conceito abala os alicerces do conhecimento

A quebra de paradigmas trazido pela ufologia 

A matéria sobre o Acervo do General Uchôa dessa semana tem foco em apenas um documento, mostrando a riqueza que possui todo esse material, que vem sendo catalogado e colocado para pesquisa publicamente pelo Círculo. Trata-se de um texto datilografado, em que o título indica que foi um material enviado à Revista Planeta, como parte de uma entrevista concedida. Infelizmente, não temos a data e nem a certeza de que foi escrito pelo próprio General. 

Conforme explica Juliana Rissardi, Historiadora Responsável pelo Acervo, essa é uma das questões a se lidar nesse tipo de trabalho:

“Nem sempre é possível confirmar a autoria de um documento histórico, apesar de todos os esforços, rede de apoio e bibliografia, muitos documentos exigem um pouco mais de tempo, paciência e estudo. Nesse caso, até o momento, não foi possível confirmar se foi escrito pelo próprio General Uchôa, porém, devido à similaridade de escrita e campos de ideias, pressupomos que sim. Essa informação poderá mudar ou se confirmar na continuidade das pesquisas”. 

A falta de algumas informações, no entanto, não tira a importância do documento, em especial, nesse caso, que aborda um tema central da vida e obra do pesquisado, a ufologia. O General foi um homem a frente de seu tempo enquanto estava encarnado, porque unia conhecimentos até então muito distintos como ciência e espiritualidade, enxergando além dos dogmas religiosos, sempre com respeito a todas as tradições. 

O documento traz olhares e questionamentos sobre quando a humanidade se depara com situações inexplicáveis do nosso ponto de vista. A ufologia traz muitos desses paradigmas e o avistamento de discos voadores é um exemplo. Como podemos ver nesse trecho destacado:

O texto analisa ainda preconceitos que podem deformar a pesquisa e faz uma crítica a pesquisadores considerados “passionais” por não conseguirem se despir de suas crenças religiosas ou científicas.  

Estaria o ser humano em condição de definir os limites do possível e do impossível apenas a partir de sua ilha de conhecimento? 

Assim encerra o documento, que pode trazer muitas outras reflexões nesse tempo de transição planetária que vivemos.

Acesse a íntegra deste documento no Acervo do General Uchôa.

E como o contato com seres extraterrestres era um tema recorrente na obra do General, destacamos frase do livro Mergulho no Hiperespaço, em que ele aborda a transformação da base conceitual da sociedade, a partir da ufologia.  

“Não haverá de ser com facilidade que se aceite o que agride, o que contraria todas as convicções científicas. Essas convicções, uma vez inseridas em nós, em nossa plena consciência, dificilmente se removerão, quando verificarmos que qualquer reformulação significaria a queda, a transformação total de toda a base conceitual em que se fundamenta o nosso próprio conhecimento científico. Seria necessário reformular tudo.” (UCHÔA, Alfredo Moacyr. Mergulho no Hiperespaço, 1976, pág. 73.)


E convidamos para ouvir, na própria voz do General Uchôa, uma de suas palestras, recuperadas de fitas K7 e digitalizadas no StarTape Project, com o título: A Evolução da Ciência e a Perspectiva Ufológica.

“Então o que acontece hoje com o fenômeno ufológico? A mesma coisa que acontece com um outro campo que lhe é muito afim, que é o campo da ciência parapsicológica, da psicobiofísica, hoje um campo científico que também tem uns tantos outros nomes um tanto sofisticados, psico energética, psicotrônica etc, mas como quer que seja, um âmbito de conhecimento que também encontra reações, porque por estranho que pareça, o homem sempre reage à mudança do seu estado, à mudança das suas convicções e isso se dá rigorosamente no campo científico. E é por isso que explicamos que a Ufologia ainda não é aceita de bom grado pela maioria científica do mundo, porque a ufologia representará uma, ou representa uma agressão extraordinária a conceitos básicos da física e da biologia. Então o problema é esse, a ufologia em face da história da ciência representa uma repetição de algo histórico que sempre se deu, que foi uma reação tremenda à mudança do status quo do pensamento científico que a humanidade viveu.”

Acesse aqui a íntegra do Projeto Acervo do General Uchôa, um compromisso assumido pelo Círculo com a família Uchôa, que confiou aos cuidados da escola documentos pessoais do General. O acervo conta com entrevistas para imprensa, recortes de jornal, psicografias, áudios, desenhos etc…num trabalho vivo que está sendo desenvolvido e disponibilizado pelo Círculo.

Seguimos a cada semana revelando um pouco do que vamos descobrindo no Acervo. Leia também:

 

Artigos relacionados

Respostas