fbpx

Que seja o bem o nosso caminho (Reunião 66)

Participantes: Alicia, Fernanda, Iasmine, Juliano e Priscila
Data:
21 de maio de 2019

COMUNICAÇÕES

Montagne: My dear fellows, we are so excited about your advanced studies on Scole Experience. We are working hard from spiritual dimensions to realize now what we can understand better since November even before we knew what you are just doing now. Imagine what we will do together in the next few years. Thank you so much for this amazing opportunity to work together. My pleasure always. God bless you. Your friend Montagne.

**********

Meus queridos amigos, estamos muito entusiasmados com seus estudos avançados na Experiência Scole. Estamos trabalhando duro nas dimensões espirituais para perceber agora o que podemos entender melhor desde novembro, mesmo antes de sabermos o que você está fazendo agora. Imagine o que faremos juntos nos próximos anos. Muito obrigado por esta incrível oportunidade de trabalharmos juntos. Prazer o meu, sempre. Deus os abençoe. Seu amigo, Montagne.


Juliano: Sentindo uma energia muito forte.

Olívia: Não sou bem eu a forte, mas o grupo inteiro que se reúne e descobre o poder da comunidade, da singularidade e da união. A combinação da força é crescente. Cresce ainda mais com o avanço dos estudos. Mas há de vir agora uma nova combinação da estrutura da reunião já experimentada com o momento da psicofonia, da Star Language e das gravações, com o gravador potente. Começaremos com o momento de 15 minutos por terça, o professor poderá ajudar a decupar os trechos. Prosseguiremos com o teste de BH, no silêncio total, perguntas mentais, isso tudo visa treinar as equipes envolvidas, a nossa e a de vocês. A sinalização nós faremos. O tempo é suficiente para decodificar 5 respostas curtas em tempos diferentes, por isso a ajuda do  professor até vocês pegarem o jeito. Isso é o que planejamos, mas precisaremos testar, a partir da semana que vem.

Juliano: Em que momento usar a Star Language para a gravação?

Olívia: Pré psicofonia. Usando essa parte da playlist. Você e a Alícia poderão se dispor para começar. Na medida que as outras meninas se sentirem à vontade poderão alternar. É importante que dois médiuns psicofonem, mas que o grupo possa fazer perguntas à medida que acoplarmos. Por isso a Star Language será de grande valia.

Alícia: Podemos magnetizar também as meninas para fazerem psicofonia?

Olívia: Elas é que dirão.

Iasmine: E sobre a coceira que sinto na garganta? É preparo?

Olívia: Sim, preparo, mas há ainda um déficit, por assim dizer, no seu perispírito, por conta de outras vidas. Estamos a reparar isso para o seu maior conforto, mas vai rolar. Relaxa.

Juliano: Como será esse esquema de perguntas e respostas, para o teste. Vocês farão os apontamentos para a gente? Disposição, dia? Como será a operação disso?

Olívia: Vocês sentirão a pressão da energia projetada no laríngeo, é só deixar rolar. Lembra de Brasília? Nós poderemos explorar as possibilidades juntos sempre.

Alícia: Se alguém precisar de energização na hora, eu ou o Ju podemos fazer.

Olívia: Certamente parece bem observado, contudo, pensamos que o momento de Star Language antes da psicofonia deve magnetiza-los pra lá de Bagdá, mas ainda sim a disponibilidade é válida. O silêncio profundo após o mantra cósmico deve ser o palco da manifestação. Queremos com isso diversificar as modalidades mediúnicas, para que a nova energia ganhe dinamismo e assim avancemos nos experimentos, a sede está aí.

Juliano: Olívia é você?

Olívia: Sim, sempre diva, sempre Olívia. Vejam que lindo o sorriso em grupo! As boas gargalhadas são propulsoras da energia criativa. O Pozatinho queima a largada nos estudos, ainda não leu isso, mas vai ler no guia básico. No basic guide.

Nesta época, Juliano estava traduzindo um “basic guide” para o Star Language.

Alícia: Quanto tempo precisamos deixar para o Star Language?

Olívia: Sigam o coração e a necessidade da reunião. Haverá dias em que poderemos somente utilizar os mantras cósmicos sem que uma só palavra articulada seja dita, e ainda assim o conhecimento seja absorvido. Padre Robert poderá lhes falar mais sobre isso.

Iasmine: A Cabala deve ser um conhecimento da pauta de aulas?

Olívia: Sim, pois o significado está intrinsecamente ligado ao Caibalion.

Iasmine: Seria um módulo pós Jung?

Olívia: Ainda não, mas podemos explorá-lo no módulo universalista onde criaremos um panorama geral das religiões do mundo.

Juliano: Ah, nós teremos um módulo sobre religiões?

Alícia: O módulo do Ianuzzi já fecha sobre o Egito, ou podemos convidar outras pessoas?

Olívia: Mal abrem. Precisamos pensar que cada líder que convidarmos seja um amigo que conquistamos, assim a simpatia pelo movimento será cada dia maior. De cada religião, poderemos extrair a verdade que dialoga com os valores sob os quais construímos o Círculo.

Priscila: Teremos um líder de cada religião? Tinha o módulo de Teologia.

Olívia: Exato, filha. Ainda estamos discutindo se o inseriremos após a Rebecca ou se incluiremos algumas técnicas antes. Contudo temos simultaneamente as atividades de cada Círculo de Trabalho e seu conteúdo de formação. Isso deve ocorrer em paralelo. Módulo universalista e formação dos Círculos de Trabalho. Começando antes, contudo, o da Palavra, pois eles nos ajudarão no contato com os líderes.

Iasmine: Sobre a aula de ferramental de defesa, mandingas para o dia-a-dia, apometria, principalmente a reforma de pensamento. E sobre o rapaz do Acre?

Olívia: A priori, podemos usar o conteúdo da armadura espiritual, inserir técnicas apométricas nos conteúdos do Círculo de Vibração e Sintonia, assim correremos com tudo que precisamos, pois todos os Círculos de Trabalho terão aulas e técnicas próprias, mas todos poderão, a qualquer tempo, acessar as aulas, independente da atuação. Todos serão tipo Mônica Gimenez no final.

Iasmine: Seria hora de chamarmos o pessoal de Conhecimentos da Humanidade para o módulo de Universalismo?

Olívia: Umbanda talvez, mas penso que a interação com eles deverá produzir um bom Congresso Espiritualista em 2020.

Priscila: Sobre o retiro deste ano, foi visitado o espaço Mandala e o sítio da família do Dr. Sérgio. O Mandala nos pareceu excelente para o que temos planejado, um retiro para membros.

Juliano: E sobre o tempo para preparar algumas pessoas para o Círculo da Palavra, com as pessoas deste time? Será que está de acordo, um retiro do Círculo para o Círculo?

Olívia: Super. Considerem a possibilidade de vocês mesmos realizarem este primeiro. Nós indicaremos os temas após a Data Limite. Até lá, poderemos ir treinando os Círculos de Trabalho. Agora pensem que a playlist está boa, talvez reduziria o final. Talvez encerrar com 1:20h. Vamos progressivamente intensificando.

“Que seja o bem o nosso caminho e a cooperação, a nossa escola. Que seja a Fraternidade nosso guia. E as boas gargalhadas, a nossa força. Fiquem com Deus.”

Artigos relacionados

Respostas