Richet, o fundador da metapsíquica, na obra de Uchôa

Dando sequência ao destaque para autores que foram importantes na formação e obra do General Uchôa, e que aparecem com frequência nos documentos do acervo, hoje falamos de Charles Richet (1850 – 1935), médico francês e professor na Sorbonne, fundador da Metapsíquica, precursora da parapsicologia, e foi quem registrou e nomeou a substância que saia de médiuns em sessões efeitos físicos de ectoplasma.

O nome de Richet surge em diversos contextos dos documentos do Acervo do General Uchôa, assim como em seus livros, mostrando que o General contava muito com os estudos desse pioneiro para construir suas bases na parapsicologia.

Em sua autobiografia, Uma Busca da Verdade, encontramos algumas citações de Richet, entre elas:

“Firmei-me nesse ponto. mas sempre arraigado, decisivamente, ao estudo do Espiritismo Científico, que me chegava pelos trabalhos de Crookes. Bozzano, Alfred Wallace e tantos outros, ou da Metapsíquica, nome conferido a tais estudos pelo eminente sábio pesquisador Charles Richet. da Sorbonne, tão cara essa denominação aos materialistas de então, hoje substituída por Parapsicologia, tímida herdeira da rica Metapsíquica do sábio Richet.” Pág 99

Entre os documentos do acervo, destacamos aqui três dos muitos que citam Richet, em diferentes situações. Neste primeiro, podemos ver datilografado conteúdo para Ciclo de Conferências e Debates, sem data identificada, mas que traz temas como parapsicologia, psicobiofísica, telepatia, clarividência, psicocinese, medicina supranormal; realidades extra planetárias e ufologia, além de mencionar Richet na terceira página, entre outros.

Neste manuscrito, vemos anotações sobre parapsicologia, biopsicoenergética, ciência e paraciência, que também menciona Richet na segunda e quarta páginas, além de outros como Bozzano, William Crookes, Florence Cook e Camille Flammarion.

E ainda temos essas anotações datilografadas por ocasião de palestra realizada no Colégio La Salle sobre a parapsicologia e as novas dimensões da realidade.


Sobre Charles Robert Richet (1850 – 1935)

Médico fisiologista francês, descobridor da soroterapia e da anafilaxia, foi laureado com o Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1913. Conhecido como o fundador da Metapsíquica, ele desempenhou um papel fundamental no processo de desvendar o mundo dos fenômenos anímicos. Em 1905, então presidente da Sociedade de Investigações Psíquicas, de Londres, propôs o nome de Metapsíquica a este conjunto de conhecimentos.

Sua obra mais famosa, Tratado de Metapsíquica, é um arcabouço de fatos e descrições de experiências psíquicas, descrições históricas e classificatórias. Foi ele quem, pela primeira vez, denominou a substância que emanava dos médiuns de efeitos físicos de ectoplasma.

A Metapsíquica de Richet era composta pelos fenômenos de criptestesia, telecinesia e a ectoplasmia. Ele classificou os fenômenos metapsíquicos em dois grupos gerais: Subjetivos, que ocorrem exclusivamente na área psíquica, sem nenhuma ação dinâmica sobre os objetos materiais; e Objetivos, cuja manifestação envolve ação física sobre os objetos materiais.


Já conferiu as aulas do acervo? 
São 38 aulas com documentos históricos (além do StarTape Project!) com acesso às imagens dos documentos originais. O Acervo do General Uchôa é um compromisso assumido pelo Círculo com a família Uchôa, que confiou aos cuidados da escola documentos pessoais do General. O acervo conta com entrevistas para imprensa, recortes de jornal, psicografias, áudios, desenhos etc…num trabalho vivo que está sendo desenvolvido e disponibilizado pelo Círculo.


Seguimos a cada semana revelando um pouco do que vamos descobrindo no Acervo. Leia também:

Artigos relacionados

Respostas