Sintam, se entreguem, confiem! (LAB 03)

Participantes: Adriana, Juliana, Juliano, Larissa, Marcel, Mônica, Rene e Simone
Data:
15 de setembro de 2020

COMUNICAÇÕES

Larissa conduz da oração de abertura

Juliano: Queria dizer que sou muito grato pela vida da Drica (aniversariante), que é muito especial no nosso grupo. Também sou grato, obviamente, pela vida da Lari, do Rene e do Marcel (aniversariantes do mês).

Mônica: Dá a impressão de que tem muito mais gente aqui. Alguém confirma?

Adriana e Juliano: Confirmo.


Treino condução prancheta (Juliana e Simone na leitura)

Egrégora: Meus queridos,

Prancheta desenha o símbolo do infinito (8) e uma arroba (@)

Prancheta desenha uma nuvem (Símbolo usado por eles para nos lembrar que temos três dimensões)

Joseph Lindemberg escreve seu nome (Joseph Lind)

Tambor do escritório faz um barulho.

Juliano: Já pode tocar o sino (dos ventos, item solicitado pela egrégora) também. (risos)


Juliano: O pessoal que está entrando em um estado profundo alterado (de consciência) pode dar passagem, pode ir ficando dócil. Eu sinto frases iniciais enroscadas no plano mental. Não precisa esperar a prancheta parar, o que eles estão fazendo é uma demonstração para que cada pessoa sinta a movimentação da prancheta, mas já tem Marcel, Simone e Mônica com frasezinha enroscada na cabeça. Soltem a primeira frase porque de repente a gente vai se completando, sabe?

Simone: Estava sentindo agora a pouco algo tipo uma bola entrando na minha boca. Abri a boca e eu não conseguia fechar, sabe?

Juliano: Chega a dar uma ânsia, né? Bem-vinda ao clube, é isso mesmo.

Mônica: Estou tranquila aqui.

Adriana (intuída): A frase que me vem é: “Existe um tipo de estratégia a ser feita…”

Simone (intuída): “Que é justamente…”

Adriana (intuída): “Para completar todo o processo de conexão…”

Simone (intuída): “Um de cada vez, testando a leitura e o ambiente telepático, sem se preocupar tanto em ler, mas sim em sentir. Tentem perceber internamente, não se preocupem tanto em ler em tempo real…”

Egrégora (psicofonia Juliano): As ondas comunicacionais vêm do filtro piramidal, essa pirâmide que levita sobre a mesa, e a partir deste plano é possível que todos vocês acessem simultaneamente as mesmas informações.

Simone: Parece que tem uns fios (de luz, cristal) saindo da cabeça de cada um e se conectando à pirâmide.


Egrégora (prancheta): Hello, my dear fellows, all that you…

Tradução: Olá, meus queridos companheiros, tudo que vocês…

Juliana: Eu vou falar porque ele está confirmando na prancheta o que eu estava pensando.

Egrégora (psicofonia Juliana): All you have to do is to trust in your instincts. Don’t forget that once you were here and we were there. It is not easy if you think with your material mind. That is what Joseph was trying to tell you, because you are working with your spiritual mind here, so you have to focus on your spiritual mind.

Begin to learn how to trust yourselves. It is natural. All of this is so natural, my dears. You need to trust the process.

Don’t forget where we begin because there will be so much far what we’re gonna get. Step by step you can reach the end of the stairs. Be true to yourselves. Trust in the mighty God – It is beneath you, it is beside you, it is inside everyone of you.

It is very real, my dears. Reach the bottom of yourselves.

Tradução: Tudo o que vocês têm que fazer é confiar em suas intuições. Não esqueçam que uma vez vocês estiveram aqui e nós já estivemos aí. Não é simples quando pensam com suas mentes materiais. Era isso que Joseph estava tentando dizer, porque vocês estão trabalhando com sua mente espiritual aqui, então vocês têm que se concentrar na mente espiritual.

Comecem a aprender a confiar em vocês mesmos. É natural. Tudo isso é tão natural, meus queridos. Vocês precisam confiar no processo.

Não se esqueçam de onde começamos, porque vamos chegar muito mais longe.  Passo a passo vocês atingem o final das escadas. Sejam fiéis a vocês mesmos. Confiem no Deus poderoso – Ele está abaixo de vocês, está ao seu lado, está dentro de cada um de vocês.

É muito real, meus queridos. Procurem no interior de vocês mesmos.

Egrégora (psicofonia Simone): Life’s meaning should be enough for our communication since the real work is not mediumship. This will be standard and very common to all of you. You should focus on your daily lives so that our relationship will be fluid, since we will have what to chat about. So, if you like to bring your questions, we will inspire you to capture  the answers…

Tradução: O significado da vida deve ser suficiente para nossa comunicação, uma vez que o verdadeiro trabalho não é mediúnico. Isto será padrão e muito comum para todos vocês. Vocês devem se concentrar em suas vidas diárias para que nosso relacionamento seja fluido, já que teremos o que conversar. Por isso, se vocês quiserem trazer perguntas, nós lhes inspiraremos a captar as respostas.

Larissa: Eu queria saber: quando a gente for dormir, existe algum pensamento, símbolo, palavra ou lugar específico que devemos nos conectar?

Egrégora (psicofonia Simone): Universal Harmony in the first place. Also you can come here in this office, this desk, anytime you want to. You should feel like you are here and then it will be.

Tradução: Harmonia Universal, em primeiro lugar. Vocês também podem vir aqui neste escritório, nesta mesa, a qualquer hora que quiserem. Vocês devem sentir-se como se estivessem aqui e assim será.

Egrégora (psicofonia Juliano): Remember the very strong feeling of your friendship. The happiness, joy and all the good sensation when you come together. Just be here laughing, singing, talking and chatting. Just be here. This kind of connection you have even before you were born is the real connection because it is really hard to experience Universal Harmony when you barely understand what is Universe, and you barely understand what is Harmony. But you do understand quite well what is Friendship, what is to celebrate the small achievements and victories, to laugh, to be together travelling, having lunch, celebrating a birthday…That kind of friendship leads you to start, to  begin the understanding about what is Universal Harmony. Begin with what you know and then jump into the unknown.

Tradução: lembrem-se do sentimento forte de sua amizade. A felicidade, a alegria e toda a boa sensação quando vocês se reúnem. Basta estarem aqui rindo, cantando, conversando e batendo papo. Basta estarem aqui. Este tipo de conexão que vocês têm mesmo antes de nascer é a verdadeira conexão porque é realmente difícil experimentar a Harmonia Universal quando vocês mal entendem o que é o Universo, e mal entendem o que é a Harmonia. Mas vocês entendem muito bem o que é Amizade, o que é celebrar as pequenas conquistas e vitórias, rir, estar juntos viajando, almoçando, comemorando um aniversário… Esse tipo de amizade leva vocês ao princípio, a começar a entender o que é Harmonia Universal. Comecem com o que sabem e depois pulem para o desconhecido.

Egrégora (psicofonia Simone): The best trigger is to remember your moments together and to pull out the strongest positive emotions that you feel when you are in these moments. You should ask, so any of us could answer.

Tradução: O melhor estímulo é lembrar de seus momentos juntos e extrair as emoções positivas mais fortes que sentem quando se está nesses momentos. Vocês devem perguntar, então qualquer um de nós pode responder.

Egrégora (psicofonia Juliano): It is being today a very different experience because we are controlling three or four communication lines with you guys and this is a very hard work for mediuns but also for us. We are splitting the message to not cause any damage or oversaturating to the mediumship structure of all of you. But in the future, I mean, all of you must be prepared because we can change seats.

Tradução: Está sendo uma experiência muito diferente hoje porque estamos controlando três ou quatro linhas de comunicação com vocês e este é um trabalho muito árduo para os médiuns, mas também para nós. Estamos dividindo a mensagem para não causar nenhum dano ou sobrecarga à estrutura da mediunidade de todos vocês. Mas, no futuro, todos vocês devem estar preparados porque podemos mudar de posição.

Juliana: A Olívia está escrevendo com o meu pé.

Egrégora (psicofonia Simone): In fact we are testing also a kind of collective package of information that we split out to all of you and then those who feel disposed for that can pick up the message. By that I mean that we are in all of you and in each one of you at the same time.

Tradução: Na verdade, estamos testando também uma espécie de pacote coletivo de informações que dividimos a todos vocês e então aqueles que se sentem dispostos a isso podem captar a mensagem. Com isso quero dizer que estamos em todos vocês e em cada um ao mesmo tempo. 

Simone: Ju, é a mesma pessoa em mim e em você, ao mesmo tempo?

Juliano: Sim! É muito esquisito, né? Você sabe que eu estava com essa frase enroscada “My dear fellows” e eu pensei “ai não, em inglês não”. Tem que ser inclusivo com Marcel e Drica. Aí começa a escrever exatamente a frase na prancheta…


Juliano (intuído): Essa noite queria propor de direcionarmos essa energia de cura para dentro de nós, em primeiro lugar, porque temos muito que ser curados ainda para confiar nesse fenômeno e nos jogar como num vôo de asa delta, uma montanha russa.

Queria convidar a olharmos para dentro do nosso ser com carinho e acolhimento, pedir que essa energia seja direcionada desta maneira que, não sabemos ainda exatamente como, mexe no nosso psiquismo, no nosso mental e no nosso plano espiritual. Vamos trazendo, neste momento, as melhores lembranças de nós mesmos, nutrindo orgulho da nossa história, de quem nós somos, orgulho de ter chegado até aqui, orgulho de como nós chegamos… E percebendo aí uma fonte de alegria por podermos compartilhar juntos cada momento da forma como nós temos compartilhado. Que isso nos traga uma sensação de ninho, de força e de refúgio, independentemente de qualquer movimentação externa. Que nosso interior seja curado, fortalecido e entre cada vez mais nessa conexão.

Que esse lugar seguro, tranquilo, de sinceridade, respeito e, ao mesmo tempo, de honestidade, plenitude de presença, de autenticidade, seja o nosso lugar seguro de cura e de realização do nosso potencial, da nossa expressão, de quem nós somos e de quem nós sonhamos ser.

Juliano: A imagem que visualizo é uma linha luminosa, fosforescente, que passa pelo nosso coração, pelo epicentro do chakra cardíaco, e forma uma espécie de pulseira, de japamala.

Egrégora (psicofonia Mônica): Gostaria de compartilhar com vocês a alegria imensa, a alegria contagiante, esfuziante que é estarmos aqui reunidos para esta atividade. Que cada um de vocês sinta o nosso carinho e nosso abraço, em especial aos aniversariantes do mês e à aniversariante de hoje. Sintam nosso amor, nossos votos para que usufruam deste momento da melhor maneira possível. Sintam, se entreguem, confiem! Estamos entre amigos, amigos de longa data, onde é possível se despir de qualquer máscara, qualquer superficialidade, pois já nos conhecemos a fundo, já sabemos por todos os ângulos no meio de quem estamos e escolhemos estar. Aqui existe harmonia, sincronicidade, parceria , comprometimento. Vocês não chegaram aqui por acaso, no reencarne já foi traçado o caminho. O convite foi feito e aceito. Aproveitem, curtam, se entreguem e saboreiem.

Egrégora (psicofonia Simone): Lembrem-se que cada lugar, em cada uma dessas cadeiras, foi conquistado por mérito. Portanto, se sintam dignos e honrados.

Egrégora (psicofonia Mônica): Vamos agora todos imaginar que estamos emanando muita luz. Vamos nos encandecer, acender as luzes que estão aqui dentro de cada célula, de cada átomo, e vamos nos transformar num grande holofote com muita luz e energia. Vamos jorrando luz, iluminando, iluminando… E, com essa luz, vamos vibrando alegria, energia. Vibrem, meus amigos! Sintam o ambiente vibrando com muita energia, alegria e amor. Sintam o chakra cardíaco girando e se expandindo, muito amor e energia se entrelaça agora neste momento e se expande, expande…

Simone (intuída): Não há mais limite corpóreo quando nos transformamos em luz, aquilo que realmente somos.

Egrégora: (psicofonia Juliano): Direcionem essa energia como uma verdadeira lanterna, que emite aquele facho de luz na escuridão. Chega  a ser possível ver o cilindro luminoso na direção daqueles que precisam ser iluminados. Canalizem a luz que se despeja nessa reunião e direcionem às pessoas que vocês têm em mente, às pessoas que estão precisando deste tipo de vibração.


Olívia (psicofonia Juliana): Oi, meus queridinhos, estou tentando falar há muito, mas a médium…

Prancheta volta a mexer

Rene: Minha pergunta é o quanto temos de capacidade de realmente curar uma doença crônica, se temos realmente essa capacidade.

Olívia (prancheta): Óbvio que sim. A doença…

Olívia (psicofonia Juliana): A doença, Rene, existe nos três planos, assim como o Joseph tem repetido e repetido aqui para vocês. A doença está no plano material, no espiritual e em um plano ainda mais sutil, coexistindo ao mesmo tempo. E a cura que você fala, na realidade, é uma transmutação de dentro para fora, atuando nessas três camadas. A resposta, como de hábito, é consistência ao longo do tempo, e tempo ao longo da consistência.

Simone: Alguma dica para encontrar a causa no plano mais sutil, Olívia?

Olívia (psicofonia Juliana): A mente de vocês necessita de uma causa física. Precisam compreender aquilo que às vezes é incognoscível. O que importa não é compreender no âmbito das limitações cognoscíveis de vocês – o que lhes é permitido é sentir. Parem, respirem, meditem e sintam o campo sutil dissolver, busquem dissolver nos campos sutis…


Egrégora (prancheta): Minha querida (prancheta vai até a Adriana), parabéns! Nós também nos contagiamos com sua alegria. Você é a flor mais cheirosa do nosso jardim!


Larissa encerra a reunião com agradecimentos

Artigos relacionados

Respostas