fbpx

Tarô e Exoconsciência, tem relação?

tarô

Na noite de segunda-feira, 9 de agosto, durante o encontro virtual com os alunos do curso aberto de Mediunidade com Autonomia, do Círculo, recebemos a seguinte pergunta no chat do YouTube:  O que o Tarô tem a ver com o Curso de Iniciação à Exoconsciência?

Como bem explicou o Juliano Pozati, o Tarô é uma ferramenta em forma de oráculo, que ajuda a acessar informações que estão no campo, por meio da linguagem simbólica. O Tarô informa primeiro o corpo mental superior (ou corpo mental causal) e depois para o corpo mental concreto. Ou seja, através de símbolos, assimilamos certos conhecimentos, e, a partir do nosso mental causal, passamos a mover o mental concreto na direção de novas atitudes e de novas compreensões, de maneira que, muitas vezes, você sabe que sabe, mas não sabe exatamente como soube.  Isso acontece porque a informação entrou pelo mental causal.

O Tarô é um mecanismo. Podemos dizer que ele é como um médium do campo. 

O que que faz o Tarô agir? É o poder ou a mediunidade da taróloga? Ou a mediunidade de quem o consulta?  É tudo isso e nada disso ao mesmo tempo. Porque é o campo: o campo informacional que se expressa através do Tarô. 

E olha que interessante! Enquanto o Juliano fazia essa explicação, eu embaralhei o meu maço de cartas e o cortei na intenção de inspirar a minha fala naquele momento. Daí, saquei A Estrela, que é a carta XVII dos Arcanos Maiores, e que fala de autenticidade e protagonismo.

Nela vemos a figura de uma mulher nua banhando-se na água de um rio que flui. Simbolicamente, sua nudez faz um paralelo com ser quem se é, sem máscaras sociais. Ela é o que é, e, mais do que isso, ela é a própria estrela da sua vida. 

Essa carta inspira a buscar o nosso propósito por meio da própria verdade. Somos nós, com nossas atitudes e buscas, com o caminhar renovado, que seremos os protagonistas de nossa história a inspirar a humanidade a se renovar e a brilhar, como uma estrela que somos, tal qual nossos irmãos interestelares.

E estamos falando de uma renovação profunda, pois a água, onde ela se encontra nua, representa o mundo emocional e psíquico! Nessa imagem, ela está sendo quem ela é, autêntica. Como bem disse o Juliano, “você não chega na autonomia sem passar pela autenticidade. Você não chega à autenticidade sem consolidar a sua identidade e saber quem você é”.

Autoconhecimento, Conhecimento e Prática do bem

Por isso, Shell Y Ann (ser das Plêiades, canalizada pela médium Mônica de Medeiros) sempre fala da importância da tríade: Autoconhecimento, Conhecimento e Prática do bem. É no autoconhecimento que tudo começa, no movimento intenso na nossa vida, de tirar as fantasias, se desfazer das vestes. Diante dos nossos sentimentos, precisamos estar nus, autênticos. Porque só assim a gente tem como recolher e acolher esses sentimentos, tal como a figura faz com os jarros nas mãos. 

Viu como o Tarô serviu de ponte para essas reflexões? A linguagem simbólica é parte do processo de autoconhecimento. E essa é uma das ferramentas do curso de Iniciação à Exoconsciência, em que o Tarô poderá nos ajudar na leitura do campo, entre tantas outras formas de buscar o conhecimento de si mesmo, que serão trazidas pelos professores e mentores. 

Nesse contexto, costumo afirmar que todos podemos ser tarólogos, porque quanto mais treinarmos e conhecermos os símbolos, as cores e as formas, melhor iremos acessar o campo e descortinar as mensagens que o Tarô traz e que irá nos inspirar a fazer conexões e desdobramentos.

Por Mônica Bueno


A leitura do Tarô comentada nesse artigo também ser assistida em vídeo (de 1h19 até 1h25)


IMPORTANTE:  O curso de Iniciação à Exoconsciência não ensina a fazer a leitura do Tarô, que é apenas uma das ferramentas de autoconhecimento que poderá ser explorada.

Artigos relacionados

Respostas

  1. Apesar de nunca ter estudado sobre o assunto, más algo dentro de mim sempre me dizia isso sobre o Tarô. Nos seres humanos temos mania de achar que tudo é milagre ou místico. Porém como o grande mestre Jesus nos ensinou, “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. O conhecimento e a chave para nossa ascensão.

  2. Quanto mais me dedico à tarefa do Autoconhecimento, aumenta a minha profunda gratidão ao Círculo, que é o resultado do Conhecimento e da Prática do Bem de todos que o compõem.
    Querida @Monica, em todas as ocasiões, que presenciei as suas interpretações, ficou muito claro para mim a importância do Tarô. Calou-me na alma, muitas revelações.
    Se possível, ainda, te solicitarei uma leitura sobre mim.
    Abraços fraternos a todos!!!!!!
    Sinto-me parte dessa família. Saudações!!!!!!